Após cinco anos paralisado, festival foi retomado pela Prefeitura de Goiânia e segue até 15 de dezembro, no Goiânia Ouro

A abertura do 8º FestCine Goiânia – Edição Especial 2017 reuniu profissionais de cinema e amantes da sétima arte no Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, na noite dessa terça-feira (18). Na ocasião, o titular da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), Kleber Adorno, batizou a sala de projeção do centro cultural com o nome Luiz Eduardo Jorge, premiado cineasta goiano falecido em maio deste ano. Além da homenagem, os filmes do cineasta compõem a primeira mostra do festival.

A companheira de Luiz Eduardo Jorge, Elianda Tiballi, prestigiou a abertura da mostra e agradeceu a iniciativa da Prefeitura de Goiânia e da curadoria do festival. “Reunir todas as obras do Luiz em uma mostra era uma vontade dele, que foi captada e agora realizada. Além do prazer de fazer parte deste festival que ele amava, é importante para registrar e preservar todo seu acervo, para que sua obra possa continuar fazendo parte da história do cinema goiano. Estamos comovidos e contentes”.

A mostra em homenagem a Luiz Eduardo Jorge fica em cartaz até o dia 31 de julho, mas a programação do FestCine se estende até 15 de dezembro, com mostras especiais, retrospectivas de filmes premiados, palestras, oficinas, lançamentos e debates.

O festival, que nasceu em 2005 e teve sete edições, ficou paralisado por cinco anos e agora foi retomado na gestão do prefeito Iris Rezende. O cineasta Alberto Araújo parabenizou a iniciativa da administração. “A era digital tornou o cinema mais acessível e hoje temos muita gente nova e boa fazendo um trabalho de ótima qualidade e que precisa ser mostrado”, comemorou.

A produção de longas metragens em Goiânia também tem aumentado. Araújo relembra que foram 40 anos sem um filme de cineasta goiano entrar em cartaz comercialmente até que em 2013, ele lançou o filme “Vazio Coração”, que teve a atuação de famosos como Murilo Rosa, Lima Duarte, Oscar Magrini, entre outros. “Depois desse, outros longas goianos também vieram e é preciso abrir espaço para mostrarmos essa produção. É importante termos este espaço como o FestCine, para chamarmos de nosso, interagirmos e falarmos sobre cinema”, disse.

O cineasta Angelo Lima, presidente da Acine (Associação Goiana de Cinema Independente) também não escondia a emoção, não só pela homenagem ao amigo Luiz Eduardo Jorge, como pela volta do projeto e reativação da sala de cinema do Goiânia Ouro. “É muito importante para todos nós. Precisamos de mais janelas para mostrar nossos filmes e a sala de cinema é mágica. O FestCine sempre abriu espaço para a produção goiana, onde os curtas locais eram apresentados no mesmo horário dos longas nacionais. Com certeza a volta do festival trará ainda mais gás para a nossa produção”.

Krahôs

O filme escolhido para a abertura do festival foi o documentário Krahös – Os Filhos da Terra, de 1993. Um grupo de mais de dez indígenas da etnia estiveram presentes e agradeceram a homenagem a Luiz Eduardo Jorge, a quem consideravam um “irmão”. “Ele fez muito mais do que registrar nossa cultura para as gerações futuras, ele nos deu voz e tornou nosso povo visível aos olhos do poder público. Estávamos esquecidos”, falou Taís Krahö, que representou seu povo.


Veja as fotos

Fotos: Agnaldo Felix

Categorias: festcine

Posts relacionados

festcine

FestCine Goiânia tem mostra em homenagem a Lourival Belém Júnior e Luis Cam

O FestCine Goiânia, festival de cinema realizado pela Prefeitura, por meio da Secult, recebe, de 18 a 21 de novembro, a mostra especial dedicada aos cineasta Lourival Belém Júnior, com homenagem in memorian a Luis Leia mais…

festcine

FestCine continua com mostras diárias

A 8ª edição do FestCine Goiânia, festival de cinema realizado pela Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), segue com sua programação. Nesta primeira semana de outubro, o festival continua com Leia mais…

festcine

Mutirão da Prefeitura recebe programação do FestCine Goiânia

Tela de cinema será montada em tenda, com exibição de seis filmes de cineastas goianos A Secretaria Municipal de Cultura oferece nos dias 26 e 27 de agosto, durante o Mutirão da Prefeitura, no Residencial Leia mais…